Quem sou eu

Minha foto
Santiago, RS, Brazil
Sou Viviane Perufo Carloto. Tenho curso superior em Letras, Língua Inglesa e Respectivas Literaturas e Pós-Graduação em Informática na Educação. Desenvolvo trabalho na Supervisão Escolar e coordeno o Projeto Tribo LucasGeo e o grupo de teatro Os Teatreiros.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Coquetel de confraternização com a família















Encerramos a Mostra Cultural com "chave de ouro". À noite, a Mostra foi privativa somente aos alunos e seus familiares. Os pais puderam prestigiar a criatividade e o conhecimento dos seus filhos. Foi um momento único, pois os alunos sentiram-se valorizados e os pais maravilhados com o poder de criação de seus filhos. Parabéns galera pelo fantástico trabalho!!!!

Apresentações da Mostra Cultural










Mostra Cultural 2009








Os trabalhos e apresentações revelaram a parceria desenvolvida ao longo do ano letivo dos nossos alunos e seus professores, compartilhando experiências nas diferentes áreas de estudo. Pensamos que o confronto entre gerações pode ampliar o campo das experiências criadoras, colocando o saber da criança em contato com o conhecimento do adulto.
A visitação pública aconteceu em dois horários, sendo que na parte da manhã foi das 9h às 11h55min (ensino fundamental final) e no período da tarde, entre as 13h30min às 17h (Educ. Infantil e ensino fundamental inicial).
À noite, a partir das 18h30min, foi o momento de visitação dos familiares dos alunos. Foram apresentados trabalhos desenvolvidos através dos projetos: teatro, paródias, histórias em PowerPoint, mensagens, entre outros.
Finalizamos a Mostra Cultural com um coquetel oferecido pelos alunos aos seus familiares.

Parabéns aos educandos pelo belíssimo trabalho realizado com organização, responsabilidade, dedicação, trabalho em equipe e criatividade.


Semana do Meio Ambiente






Aquecimento Global: Sua atitude faz toda a diferença
Hoje grande parte dos problemas encontrados no MEIO-AMBIENTE não está na falta de normas, procedimentos ou regras claras, mas na falta de informação e conscientização das pessoas, principalmente por ignorarem o quanto elas mesmas podem fazer para a qualidade do meio-ambiente e para evitar a escalada do AQUECIMENTO GLOBALe suas conseqüências.
Fonte: http://www.mariopersona.com.br/meio_ambiente.html

Os alunos das 8ª séries e os tribeiros LucasGeo realizaram visitação à Mostra da Semana do Meio Ambiente, que realizou-se nas dependências do CTG Coxilha de Ronda, com a participação das escolas minicipais, estaduais, particulares, acadêmicos da URI - curso de Biologia e Secretaria do Meio Ambiente de Santiago.
Eles puderam observar diversos trabalhos e pesquisas realizados pelas entidades escolares, questionar e exclarecer dúvidas de como cuidar e preservar do meio em que vivemos.



quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Campanha Crack, Nem Pensar



As 8ª séries trabalharam diversas atividades com o tema "Drogas, tô fora!". E com isso aderimos à Campanha Crack, Nem Pensar, conscientizando os alunos da escola nos turnos manhã e tarde. Nosso principal objetivo foi alertar os jovens sobre os ricos que essa droga pode causar na vida deles e dos próprios familiares.
Ao término do projeto, chegamos a conclusão que conseguimos passar a ideia para os alunos e ficamos muito felizes pelo objetivo proposto.


Passeio Literário





Numa sexta-feira ensolarada, as 8ª séries realizaram uma visitação ao caminhão literário. Tiveram a oportunidade de conhecer os lançamentos, manusear livros diversos e adquiri-los. O passeio foi muito interessante e a galera como sempre, animadíssima!!!!!

O que faço pelo meu país?



Falar ou calar? Agir ou aceitar? Reivindicar ou conformar-se? Lutar ou desistir? Ser ou não ser? O cidadão que tem dúvidas como essas não é capaz e nem digno para exaltar e glorificar o nome do nosso país. O caminho para a vitória da nossa nação é refletir sobre quem faz o nosso país. A partir de então, uma cascata de ideias e pensamentos surgem como: quais os pontos positivos no Brasil e o que precisa melhorar? E acima de tudo, o que eu faço por ele?

O Brasil não precisa de um povo que se esconda como se vivesse numa ditadura. Precisa muito menos ainda de pessoas sem personalidade que concordam ou só reclamam de tudo. Precisamos lutar e persistir, pois se ainda não alcançamos nossos ideais, é porque o fim não chegou.

Indiferentemente de tudo, o nosso país é belíssimo e exuberante e nenhum problema pode ofuscar esse brilho que Deus e a natureza proporcionam a nossa Pátria. O Hino Nacional retrata de maneira exata essas características, mas ainda faltam consciência, respeito e atitudes de cidadania pelo povo. Infelizmente a sociedade tem muito a melhorar A desigualdade social, o desemprego, a fome, a miséria, o desvio de verbas destinadas ao benefício do povo, o desrespeito... E o pior de tudo é que grande maioria da população brasileira critica o maior e o próprio defeito: a corrupção existente nos políticos e a hipocrisia. Não só os ”engravatados” são desonestos, mas também o povo, que é corrupto ao roubar o direito do nosso país de ser uma das melhores nações mundiais tanto em termos econômicos como humanos.

No entanto, o mais importante é pensar e colocar em prática tudo o que nós cidadãos podemos fazer para colaborar com o nosso país. O primeiro passo é reconhecer as nossas falhas e corrigi-las. Também não devemos compartilhar do que é errado e jamais determinarmos que somos apenas mais um.

Em virtude dos fatos apresentados, podemos concluir que cada um faz parte da história do Brasil e fazemos toda a diferença. A excelência dos resultados dos nossos atos consiste num único pensamento: o fracassado e o vitorioso passaram pelas mesmas dificuldades, mas o que mudou completamente o rumo de suas histórias foi que um venceu por não desistir do amanhã. O Brasil tem muito valor para ser esquecido.

Autora: Tassiara Ramos Vidal - aluna da 8ª série/ 82, Programa da Rádio Santiago na Comemoração da Semana da Pátria