Quem sou eu

Minha foto
Santiago, RS, Brazil
Sou Viviane Perufo Carloto. Tenho curso superior em Letras, Língua Inglesa e Respectivas Literaturas e Pós-Graduação em Informática na Educação. Desenvolvo trabalho na Supervisão Escolar e coordeno o Projeto Tribo LucasGeo e o grupo de teatro Os Teatreiros.

domingo, 30 de outubro de 2011

O Outubro Rosa
O mês internacional de conscientização sobre o câncer de mama também é conhecido como Outubro Rosa, por causa do laço cor-de-rosa que simboliza mundialmente a luta contra esse tipo de câncer, que agora avança no contingente feminino abaixo de 40 anos
A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, escolhido como símbolo da luta mundial contra a doença, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura realizada em Nova York em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade.
Ano a ano, as ações de conscientização e prevenção que integram o Outubro Rosa vêm ganhando adeptos em todo o planeta. Além das corridas pela cura, pontos turísticos são iluminados na cor rosa, em homenagem às mulheres que sofreram ou sofrem com a doença.
Entre os principais pontos e monumentos conhecidos mundialmente que aderiram à iluminação rosa, destacam-se a ponte Harbour, em Sidney, Austrália; a Torre de Tokyo, no Japão; o Arco Constantine, em Roma; e as cataratas do Niagara, no Canadá.
No Brasil, a Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama é uma ação integrante da campanha "O Câncer de Mama no Alvo da Moda", conduzida pelo Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC). 
Doença triplica entre mais jovens
Mês de outubro é dedicado em vários países do mundo a ações de prevenção contra o câncer de mama


Em três anos, triplicou o número de mulheres que ainda nem completaram 40 anos, mas já foram vítimas do câncer de mama. Os dados são da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) e mostram que, em 2003, a incidência desse tipo de tumor nas mais jovens era de 5,6%. De raridade, os casos passaram a ser recorrentes e, no ano passado, esse grupo passou a representar 16,8% das ocorrências da doença. A incidência aumentada rapidamente após essa faixa etária. Quando detectado no início, o índice de sucesso no tratamento chega a 90%. Ainda não há um mapeamento conclusivo sobre as causas do aumento de câncer de mama nas mais jovens. No entanto, os especialistas acreditam que o crescimento explosivo estaria relacionado à mudança de hábitos do sexo feminino.

Os sintomas são nódulo ou tumor no seio, acompanhado ou não de dor. Também podem ocorrer alterações na pele que recobre a mama, como abaulamentos, retrações ou aspecto semelhante à casca de uma laranja, e nódulos nas axilas. O exame clínico e a mamografia são as formas mais eficazes para detectar o problema, assim como o auto-exame. O Brasil registra o câncer de mama como a principal causa de morte entre a população feminina. Os dados epidemiológicos que estão disponíveis atualmente permitem considerar o câncer de mama como um problema de saúde pública no Brasil.

Impacto psicológico é forte nas mulheres

Em um esforço concentrado para combater o avanço da doença entre a população feminina, o mês de outubro é dedicado à prevenção do mal em vários países do mundo. Denominada Outubro Rosa, a campanha tem a finalidade de incentivar as medidas preventivas e aumentar a conscientização sobre a doença.

http://luzdeluma.blogspot.com/2008/09/outubro-rosa.html
http://www.saude.sc.gov.br/noticias/novo/clipping2007/outubro/24%20de%20outubro.htm

Nenhum comentário: